Alta dos alimentos: confira 5 vantagens de fazer compras programadas online de supermercado que incluem mais economia e praticidade

Com esse modelo, que cresceu mais de 400% em SP, o consumidor pode economizar, em média, 12% por mês, em comparação com supermercados tradicionais que têm lojas online

O preço dos alimentos continua a pressionar o orçamento doméstico. A inflação teve alta de 1,06% em abril, maior resultado para o período desde 1996, como apontou o levantamento do IBGE divulgado na última semana. Os maiores aumentos foram registrados nos grupos de alimentação e bebidas e de transportes. No de alimentos, os principais vilões foram: leite longa vida (alta de mais de 10%), batata-inglesa (18,28%), tomate (10,18%), óleo de soja (8,24%), pão francês (4,52%) e carnes (1,02%).

Para driblar essa alta, muitas famílias buscam novas formas de economizar com a compra do mês de supermercado. Uma alternativa que tem crescido é a compra programada, que é feita com antecedência. A tecnologia pode ser uma aliada, sobretudo neste momento de inflação galopante. De acordo com levantamento da Shopper, maior supermercado 100% online do país, de 2020 até o início de 2022, a adoção desse modelo aumentou mais de 400% em São Paulo, reflexo do interesse e demanda da população, tanto pelo plano mensal para itens de consumo doméstico, quanto pela compra online de itens frescos, como frutas e verduras.

Diante do crescimento das compras programadas da Shopper, confira cinco vantagens desse modelo, que incluem, entre outras, economia e praticidade.

  1. Mais planejamento e praticidade com a programação prévia das compras

A compra programada funciona assim: o consumidor monta sua cesta, seleciona o dia da entrega e finaliza a compra. A partir de então, recebe os itens periodicamente em casa (mensal, quinzenal ou semanal). A lista fica salva no site ou no app e uma entrega fica automaticamente pré-agendada. O cliente recebe lembretes antes das próximas entregas para fazer ajustes na lista, sempre que precisar.  Ao receber lembretes com antecedência e salvar os itens de consumo recorrente, esse formato garante mais praticidade ao consumidor, pois ele se planeja melhor e ainda não perde tempo com o deslocamento até uma loja física, com a escolha dos produtos e nas filas dos caixas.

Além disso, a compra programada garante que o consumidor tenha o produto na despensa antes que falte. É comum as pessoas acionarem os serviços de delivery quando precisam de um item que acabou (sabão em pó, papel higiênico, café etc). Com seus lembretes e listas salvas com os produtos recorrentes, a compra programada evita esse problema.

  1. Redução do desperdício

As compras programadas contribuem com a redução do desperdício, pois permitem que o cliente tenha noção dos itens que consome mais e menos, assim, adquire apenas o necessário para o mês, sem armazenar grandes estoques na despensa.  Paralelamente, já do lado do supermercado, o desperdício também é reduzido com a compra programada. A Shopper, por exemplo, adquire os produtos diretamente dos fabricantes (após a confirmação do pedido do cliente), recebe os itens em seus centros de distribuição sem depender de lojas físicas. Dessa forma, a empresa mantém um estoque menor para armazenamento e tem pouca perda por prazo de validade (lógica contrária dos supermercados tradicionais, que compram antes de vender, ou seja, aquilo que não é comercializado vai para o lixo, aumentando o desperdício dos alimentos).

  1. Disponibilidade dos itens pedidos

Fazer as compras de supermercado por meio de aplicativo de entrega e não receber os itens em casa é comum e desagradável.  A compra programada é um modelo que pode diminuir isso. Pelo seu próprio funcionamento e estrutura – em que a compra dos itens é feita diretamente dos fabricantes, após o cliente confirmar o pedido, como mencionado no exemplo da Shopper – há a garantia de disponibilidade de todos os produtos que o consumidor comprou na plataforma, sem faltas ou substituições.

  1. Economia de 12% por mês

A Shopper não depende de lojas físicas, trabalha com recorrência, praticidade e planejamento, reduz o armazenamento dos estoques e combate desperdícios. Tudo isso garante que o cliente economize, em média, 12% nas compras programadas, em comparação com os supermercados tradicionais com vendas online. Em relação aos apps de entregas rápidas, que cobram mais caro e taxas de serviço, a redução dos gastos gira em torno de 20% a 25%. Nesse formato de compra programada da Shopper, uma família que gasta R$ 1.000,00 por mês no supermercado pode economizar entre R$ 100,00 a R$ 250,00 por mês frente aos supermercados tradicionais, ou seja, R$ 1.200,00 a R$ 3.000,00 por ano.

  1. Frutas e legumes sempre fresquinhos

Imagina receber em casa, semanal ou quinzenalmente, frutas, verduras e legumes com qualidade e escolhidas por um chef de cozinha? A compra programada possibilita isso. Na Programada Fresh da Shopper, o consumidor conta com um chef de cozinha. A partir do olhar criterioso desse especialista, os alimentos frescos são selecionados a dedo para o cliente, garantindo que eles cheguem à casa dele com a qualidade esperada. Outro diferencial é a preocupação com a conservação dos alimentos. A empresa trabalha com sete diferentes temperaturas no seu Centro de Preparação de Pedidos, cada uma é indicada para um determinado grupo de alimentos. O cuidado proporciona que a alface não chegue murcha e que a banana seja entregue no ponto certo na casa do cliente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.